ler a linha completa em um loop do for

Quando efetuamos um for em shellscript, por padrão ele considera como delimitador espaços, quebras de linha ou tabulações, isso gera  uma dor de cabeça quando temos que tratar nomes e arquivos ou diretórios com espaços.

Para melhor compreensão, abaixo temos um diretório com três arquivos:

Ao efetuarmos um for, ele vai quebrar o último arquivo nos espaços, retornando 5 registros ao invés de 3.

Para solucionar essa questão, podemos utilizar a variável IFS para definir  qual caractere deve ser usado como delimitador.

 

Usando vários núcleos no make

Dica do Cifali

aonde 17 é a quantidade de núcleos+1 que deseja usar na compilação. nesse caso usamos 16 nucleos, ou seja, se a maquian que  for compilar tiver 4 núcleos, usar -j5

OBS: Na documentação do make não recomendam usar essa opção, mas até agora não tivemos problemas neste quesito.
OBS2: Isso aumenta consideravelmente o load do servidor, então cuidado!

Benchark Oracle vs MySQL

Estou estudando a tecnologia oracle, as soluções são realmente interessantes principalmente com “oracle rac”.

Algumas coisas impressionam, como por exemplo,  você está fazendo uma query usando um dos nós do cluster, se o servidor reboota, ou da algum problema, ele roteia automaticamente para o próximo nó e continua a query do ponto que parou, fizemos testes e de fato isso e real, a query para por alguns poucos segundos e depoi segue a execução normalmente.

Fiz um for simples em php para inserção de 10000 registros (sim tem maneiras melhor de inserir, mas era um teste simples) numa tabela chamada “teste” possuindo dois fields:
-> id int key  –> sem auto-increment
-> reg varchar(50)

Trecho do código que usei para o for (em oracle)

Trecho do código em php

utilizei a função time() do php para medir o timestamp inicial e final, a diferença deles é o tempo da operação em segundos.

Resultados:

–> inicio e fim são timestamp, tempo total em segundos
Oracle:
INICIO: 1316194690
FIM: 1316194729
Tempo Total: 39
Espaço ocupado: 500kb

MySQL INNODB:
INICIO: 1316194769
FIM: 1316194772
Tempo Total: 3
Espaço ocupado: 416Kb

MySQL MyISAM:
INICIO: 1316194854
FIM: 1316194857
Tempo Total: 3
Espaço ocupado: 336.99Kb

Conclusão:
Foi um teste muito simples para afirmar qual é o melhor, mas podemos ver que para operações simples, o mysql é quase 10 vezes mais rápido e ocupa menos espaço em disco.
Porém é fato sabido que o mysql perde performance na medida em que a quantidade de dados vai crescendo, já no oracle, quando isto acontece ele se mantem estável (com perda mínima, ou sem de performance).